Projetos

“Todos, na medida do possível, havemos de nos pôr em contacto com as pessoas que sofrem, com os doentes, com os pobres […], com os que estão sós e abandonados.”

Estas palavras, escritas por D. Álvaro del Portillo em 1981, são expressão de uma experiência que ele próprio vivera desde os seus anos de estudante universitário, altura em que se empenhou nas actividades das Conferências de São Vicente de Paulo para distribuir donativos e alimentos, dar catequese e auxiliar crianças carenciadas dos bairros mais pobres de Madrid. Sob o impulso de São Josemaria, continuou a levar a cabo este tipo de actividades com as pessoas que participavam no incipiente trabalho do Opus Dei, então desenvolvido na Academia DYA.

Durante os anos em que esteve à frente do Opus Dei, D. Álvaro del Portillo estimulou o lançamento de diversas iniciativas sociais e educativas nos cinco continentes, muitas delas a favor dos mais necessitados. Considerava que uma consequência natural da preocupação pelos pobres e os doentes era “promover ou participar em actividades assistenciais, com as quais se procure solucionar, de forma profissional, essas necessidades humanas e muitas outras”. D. Álvaro impulsionava as pessoas que se dedicavam a este género de actividades a terem horizontes amplos, e dava-lhes sugestões para torná-las ainda mais fecundas. Pela sua parte, vibrava com as notícias que recebia e insistia na criação de novos projetos, em especial nas zonas onde as carências eram maiores. Tinha arraigada na sua alma a paixão por aproximar de todos o rosto amável e misericordioso de Cristo.

A comissão organizadora da beatificação de D. Álvaro propõe aos peregrinos que participarem nas diversas cerimónias, e a todos os que quiserem unir-se a elas, que colaborem com Harambee na ajuda a quatro iniciativas sociais e educativas em África, que contaram com o seu alento, ou que nasceram por seu impulso direto. Esta colaboração pretende ser uma forma de agradecer a sua solicitude pelo bem espiritual e material de muitas almas e um incentivo para continuar a pedir a sua intercessão em favor das pessoas que beneficiam destas instituições.

Centre Hospitalier Monkole

Kinshasa, República Democrática do Congo

Progetto O Centre Hospitalier Monkole surgiu na periferia de Kinshasa depois de uma viagem de D. Álvaro del Portillo ao Congo, em 1989. Durante a sua estadia, D. Álvaro propôs a alguns fiéis da Obra que, se lhes parecesse oportuno, iniciassem um projeto social no âmbito da saúde; deste modo respondia, também, ao desejo do Cardeal Laurent Monsengwo, nesse momento presidente da Conferência Episcopal do Congo. Atualmente Monkole oferece tanto consultas médicas (nas especialidades de ginecologia e obstetrícia, cirurgia, medicina interna e pediatria), como hospitalização, e promove a educação para a saúde, particularmente em doenças como o HIV / SIDA, a drepanocitose, o paludismo e a tuberculose. Três postos dependentes do hospital − Eliba, Kimbondo e Moluka − dão atendimento médico em bairros pobres. Com Monkole estão também associados uma escola de enfermagem (ISSI), que forma anualmente 50 enfermeiras, e um centro de formação contínua para médicos (CEFA). Realizam-se mais de 50.000 consultas por ano (www.monkole.cd).


Universidade Pontifícia da Santa Cruz

Roma

Progetto A Universidade Pontifícia da Santa Cruz (Roma) é um centro superior de estudos eclesiásticos ao serviço de toda a Igreja. Foi desejada pelo fundador do Opus Dei e iniciada por D. Álvaro del Portillo. Atualmente, tem quatro faculdades (Filosofia, Teologia, Direito Canónico e Comunicação Institucional) e um Instituto Superior de Ciências Religiosas. Já se formaram nas suas aulas 6.000 alunos. As atividades académicas começaram em 1984 com o nome de Centro Accademico Romano della Santa Croce, embrião da atual Universidade, que foi erigida como "Pontifícia" por João Paulo II em 9 de janeiro de 1990. Muitos bispos de todo o mundo enviam sacerdotes e seminaristas das suas dioceses para esta universidade, na esperança de lhes facultar uma profunda formação científica e espiritual. Seguindo o desejo de D. Álvaro del Portillo, as atividades académicas estão abertas a estudiosos e intelectuais no âmbito científico, filosófico, económico e social, proporcionando os elementos necessários para um verdadeiro diálogo da fé com o mundo

www.pusc.it


Niger Foundation Hospital and Diagnostic Center

Enugu State, Nigeria

ProgettoEm 1989, D. Álvaro del Portillo visitou a Nigéria. Durante a viagem, apercebeu-se de que muitas pessoas não recebiam atendimento médico e sugeriu aos que estavam com ele irem ao encontro dessa necessidade. Um ano depois, nasceu em Enugu um hospital destinado a proporcionar cuidados médicos às famílias: o Niger Foundation Hospital and Diagnostic Center (NFH). Atualmente, além de dar consultas, efetuar diagnósticos e dar seguimento nas áreas de medicina interna, cirurgia, ortopedia, ginecologia e obstetrícia, o hospital atende setores menos favorecidos da população através de programas como visitas a aldeias – que consistem em vacinação, exames para detetar a hipertensão ou a diabetes e sessões de educação para a saúde –, bem como serviços clínicos gratuitos na comunidade de Aguobu IWollo. O hospital conta também com laboratórios de análises clínicas e equipas de radiologia.

www.nfh.org.ng


Centre Rurale Ilomba

Bingerville, Abidjan, Costa do Marfim

Progetto Scopo del O Centre Rurel Ilomba tem como finalidade promover a saúde especialmente entre os setores mais vulneráveis da população (crianças, grávidas e idosos) numa zona da Costa do Marfim carenciada de estruturas de saúde pública. Na sua visita ao país em outubro de 1988, D. Álvaro del Portillo abençoou o terreno onde seria construído Ilomba e manifestou a sua alegria pelo projeto. Além de atendimento médico, em Ilomba dão-se cursos de formação em temas de saúde, nutrição e higiene e escolaridade. São cerca de 12.000 as pessoas que beneficiam das atividades deste centro rural.

Dê agora a Harambee Africa International